domingo, 19 de janeiro de 2020

Tendência Visual para 2020

Análises sobre arte e design para 2020 e que vão abrir o caminho para uma nova década de mudanças visuais impactantes. De olho nisso, os principais bancos de imagem do mundo divulgaram algumas tendências visuais para o ano que começa. São informações valiosas que merecem atenção.

De acordo com a Depositphotos – A estética Bauhaus retorna com força. E nesse quesito o que vai valer é a velha máxima do “menos é mais”. Designs mais planos, minimalismo e movimentos mais suaves na parte de design são tendências. Contudo, o que deve avançar com mais força é o uso de elementos tridimensionais e transições mais complexas. Desenhos e formatos menos convencionais, tipografia customizada e ilustrações que se transformam em imagens reais. Um aspecto mais bruto e rebelde deve emergir no design em 2020. O espaço do sem graça e comum ficará mais restrito. Sobretudo em um mundo com tantas publicações e poluição visual. Logo, uma estética com uma pegada digital e decadente pode aparecer como estilo predominante. O que muitos designers chamam de estilo brutalista deve ganhar força.

Adobe diz que o que é feito a mão e o aspecto artesanal terá mais força em 2020. Ilustrações, tipografias e elementos do tipo “desenhados” terão mais sucesso. O que dá um toque mais pessoal em uma era virtual. O que tem relação com a estética que já ganha força em ilustrações com água e cores aparecendo com força nas redes sociais nos últimos tempos. Para a Adobe ArtDeco e o estilo semi surreal terão destaque. Com técnicas que envolvem o fantástico. A Adobe diz que a estética gótica também aparecerá com destaque. Um lado sombrio e analógico combinados em um mundo digital.

Cores:
A Shutterstock divulgou no ano passado a tendência para 2020. Como destacamos abaixo. Contudo, vai bem na direção oposta a cor do ano definida pela Pantone. Que traz uma característica mais conservadora.

Tradicionalmente o banco de imagens (e conteúdos multimídia) divulga nessa época do ano as tendências de cores para o próximo ano. Como eles fazem isso? Na verdade é com base nas próprias fotos baixadas pelos clientes. Ou seja, bilhões de arquivos que geram dados e indicam a tendência. Então, de certa forma é uma indicação de algo que já está ocorrendo entre designers, fotógrafos e criativos em geral. Três cores se destacam para 2020: Lush Lava, Acqua Menthe e Phantom Blue.
O responsável pelo marketing da Shutterstock Lou Weiss, disse em comunicado oficial que houve uma mudança das cores tipo “Neon” para cores mais saturadas, elevadas e “bold”.

Tendências criativas para 2020

Depositphotos diz que a próxima década será sobre a inteligência artificial e a realidade estendida (XR). Essa último item tem relação com os avanços do Facebook com a integração dos óculos de realidade virtual que devem estar mais presentes na rotina das pessoas. Será algo com influência nas compras, prazer, comunicação e informação. Tudo integrado com ferramentas móveis mais poderosas e rápidas. A demanda por conteúdos verticais para fotos, animações, vídeos e ilustrações. Uma grande adaptação para essa nova era já que a tendência da digitalização global terá enfoque na realidade estendida e inteligência artificial mudará a forma como os conteúdos serão criados e assistidos.
As mídias vão funcionar de forma mais combinada o que só comprova a importância do profissional multimídia que sabe atuar com os diferentes elementos.

Adobe Stock diz algo curioso. Que os criadores e marcas terão que criar conteúdos pensando não só nos jovens, mas também nos mais velhos. E que a mensagem para esse último grupo não deve mostrar conteúdos que indiquem passividade e inércia. Na verdade os veteranos estão cada vez mais ativos e os conteúdos devem explorar isso. Esse espírito inclusivo deve abarcar também a conexão entre as gerações Millenials e Z. Esses dois grupos trazem uma semelhança: uma forte atribuição de comunidade. Somos uma tribo definida por propósitos que impactam meu estilo de vida.


Storyblocks – As marcas terão que mostrar de alguma forma “autenticidade emocional”. Anúncios e postagens com enfoque comercial devem explorar “o real e o essencial”. E a única forma de fazer isso é falar com emoção gerando conversas para conexão. “ser mais honesto e aberto com a audiência”. Aqui a Storyblocks confirma o que a Depositphotos também indica como tendência. Enfocar na honestidade e na qualidade do trabalho mostrando a importância de ser franco com os clientes. Storyblocks diz que os vídeos terão papel fundamental nesse processo. Aqueles que investirem em vídeo deverão prestar atenção nas narrativas. O que irá exigir dois aspectos fundamentais: ser um contador de histórias e ter domínio técnico das ferramentas.

Deposiphotos diz que para essa área a tendência será de intrigar a audiência com movimentos suaves, formatos fluidos e animações com formas desconstruídas. O que se bem feito vai gerar trabalhos hipnóticos, vibrantes, tridimensionais que vão fisgar a atenção e fixar o olhar o espectador nas postagens digitais.

Adobe Stock diz que a grande tendência é a interatividade com gráficos e animações que respondam ao movimento do usuário para chamar a atenção. A tendência do abstrato líquido de deixar elementos fluírem livremente em seus formatos e curvas para criar uma composições dinâmicas. Neon Glow que já apareceu com força em 2019 segue firme para 2020 criando um apelo visual retrô e cyberpunk. Ao mesmo tempo visionário, divertido e elétrico. Depositphotos diz a mesma coisa. Que o cyberpunk é uma estética que retorna com tudo em 2020.
https://fhox.com.br/inovacao-tech/as-tendencias-visuais-para-2020-segundo-os-principais-bancos-de-imagem/
Fonte:Revista FHOX ( integra)

Um comentário:

Tendência Visual para 2020

Análises sobre arte e design para 2020 e que vão abrir o caminho para uma nova década de mudanças visuais impactantes. De olho nisso, os p...